Doenças causadas por esgoto aberto

O verão e as Baratas

O esgoto liberado diariamente por comunidades onde o saneamento básico ainda é precário, é um dos maiores causadores dos altos índices de internações relacionadas a Leptospirose, Hepatite A, diarréias e diversos outros tipos de doenças.

Em pleno século 21, é possível encontrar cidades pequenas e bairros inteiros de grandes metrópoles brasileiras que ainda não tratam adequadamente o esgoto que produzem.

Para cada R$1,00 investido no tratamento de esgoto, o município economizaria aproximadamente R$4,00 com medicação. Por este motivo, o tratamento de esgoto é um dos objetivos do milênio estabelecidos pela ONU que obriga todas as cidades do mundo a tratarem 100% dos seus esgotos até 2028 por ser considerado um dos maiores propulsores de doenças e epidemias. Segundo dados do BNDS, cerca de 65% das internações hospitalares de crianças com menos de 10 anos são relacionadas ao contato com esgoto a céu aberto. A propósito: Crianças são as maiores vítimas. Segundo a UNICEF, a cada 15 segundos uma criança morre no mundo por falta de saneamento básico. E o mais alarmante: A falta de saneamento básico é também a principal causadora da morte de crianças com menos de 5 anos de idade decorrente de doenças relacionadas à diarréia. No Brasil, segundo o Ministério das Cidades, até o ano de 2010 apenas 46% da população recebia tratamento de esgoto.

Dentre as doenças relacionadas ao contato humano com o esgoto, estão:

  • Poliomielite
  • Hepatite A
  • Giardíase
  • Disteria amebiana
  • Diarréia por vírus
  • Febre tifóide
  • Febre paratifóide
  • Diarréias e disenterias bacterianas, como a cólera
  • Ascaridíase (lombriga)
  • Tricuríase
  • Ancilostomíase (amarelão)
  • Teníase
  • Cisticercose
  • Esquistossomose
  • Filariose (elefantíase)

A lista seria muito mais extensa se fosse inserida nela o consumo humano de água não potável ou a falta de cuidado com a proliferação de parasitas, bactérias e animais peçonhentos existentes em áreas urbanas graças à falta de coleta de lixo.

Para que as doenças listadas sejam evitadas, a solução precisa ser disponibilizada pelo poder público que é a criação de redes de coletas de esgoto, mapear o surgimento de insetos transmissores de doenças e imediatamente iniciar o combate. Além disso, é preciso focar na educação da população objetivando mostrar os perigos do contato com o esgoto e outras formas de se evitar a transmissão de doenças.

Porém, enquanto as soluções parecem estar longe de se tornarem viáveis, há outras possibilidades para que, ao menos, o contato com o esgoto seja evitado. A melhor de todas elas é a criação de fossas sépticas. A Limptec Desentupidora e Dedetizadora já falou sobre os benefícios da utilização de fossas sépticas. Para obter mais detalhes, leia este artigo.

A Limptec Desentupidora e Dedetizadora trabalha o tempo todo oferecendo soluções para o desentupimento de tubulações e dedetização de ambientes, evitando que doenças possam sem transmitidas e melhorando assim a qualidade de vida. A Limptec atende os quatro cantos da capital paulista, cidades da grande São Paulo e as principais cidades do interior e litoral.

Limptec. Solucionando com eficiência, rapidez e qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *