Tietê, o rio dos paulistas

Rio Tietê em São Paulo

Considerado o mais importante rio do estado de São Paulo, o Tietê passa por inúmeras fases ao longo dos seus 1150 km de extensão. Nasce na Serra do Mar, morre na região metropolitana de São Paulo, renasce depois de 100 km agonizantes, serve como via de transporte de cargas, gera energia, alimentos e empregos nas regiões de sua bacia hidrográfica no interior do estado.

Especificamente na cidade de São Paulo, o rio Tietê enfrenta o maior descaso que um rio tão importante poderia sofrer: a poluição é tamanha que não há a menor possibilidade de sobrevivência neste local, exceto para fungos e bactérias. Mas como um rio tão importante para o estado sofre com o descaso justamente ao passar pelo território de sua maior cidade? De onde vem o esgoto? E o que poderia ser feito para reverter essa situação? O objetivo maior deste artigo será tentar responder as três perguntas.

O Rio Tietê começou a ganhar status de “esgoto paulistano“ paralelamente ao progresso da cidade. A indústria, a população, as vias, tudo cresceu desproporcionalmente em pouquíssimo tempo a partir da década de 1920. A urbanização tomou conta das áreas de várzea do Tietê e de todos os outros córregos que formam a hidrografia paulistana. Mas a ascensão do automóvel foi fator preponderante para a definição do destino dos rios paulistanos: Era preciso criar vias rápidas, planas e que ligasse todos os pontos da cidade. Desta forma, a maioria dos córregos foram canalizados e suas margens transformadas em grandes avenidas. Além da crescente demanda de vias, a habitacional seguia o mesmo caminho. Desta forma, foi preciso desenvolver um sistema de coleta público de esgoto cuja estrutura baseava-se na utilização dos córregos canalizados. Todo esgoto era direcionado aos córregos que desembocavam no rio Tietê. Portanto a urbanização descontrolada, uma política imediatista e a falta de fiscalização definiram o destino dos rios e córregos paulistanos.

Na atualidade, apesar de 68% do esgoto domiciliar ser tratado, ainda não se sabe exatamente quais medidas poderiam ser tomadas para a completa e imediata despoluição do Tietê no perímetro metropolitano. Diversas tentativas já foram realizadas, como utilização de limpeza a partir de processos químicos, recolhimento incessante de objetos a partir de dragas, dentre muitas outras coisas. Mas enquanto o maior problema não for solucionado, que é o despejo diário de cerca de 680 toneladas sem qualquer tratamento diretamente no rio, qualquer medida se mostrará ineficaz.

Porém, é possível contribuir para a minimização dos danos sofridos pelo rio a partir de nossas casas:
- Não despeje óleo, alimentos gordurosos e outros materiais diretamente na pia. Este material precisa ser depositado em recipientes separados e direcionado a pontos de coletas. – O lixo domiciliar precisa ser retirado de casa unicamente no momento da coleta. Em dias chuvosos durante o verão, evite retirar o lixo de casa, mesmo que próximo do horário da coleta, se estiver chovendo ou próximo deste momento. O lixo é carregado pelas chuvas e direcionado aos rios da cidade. Além disso, é um dos principais fatores de entupimento de galerias e conseqüente alagamento. – Da mesma forma, evite atirar lixo em locais inapropriados, como terrenos, quintais e até mesmo na rua. Além dos problemas do argumento anterior, o acúmulo de lixo também pode ser moradia de animais e insetos transmissores de doenças.

O problema do Rio Tietê ainda tem solução. Basta vontade política e direcionamento de todos os esforços para que a situação seja revertida. A nossa colaboração pode ser pequena, mas cada gota de óleo que deixamos de despejar na pia, está contribuindo grandemente com sua despoluição.

A Limptec é uma empresa Desentupidora paulistana que preza pela saúde e qualidade de vida de seus habitantes. Seus serviços, que variam entre desentupimento de canos, tubulações, esgoto, pias, ralos e limpezas de caixas de gordura, caixas d’água, fossas, dentre outros, promovem a sustentabilidade e evitam danos ambientais por serem qualificados e certificados pela Sabesp. Por isso, a Limptec colabora diretamente com a diminuição dos problemas com o Tietê e acredita que, todos juntos, com pensamento, vontade e atitudes unidas, teremos nosso rio novamente com vida.

A Limptec Desentupidora trabalha 24 horas por dia de prontidão para solucionar problemas de entupimento, atendendo os quatro cantos da capital paulista, cidades da grande São Paulo e as principais cidades do interior e litoral.

Limptec. Solucionando com eficiência, rapidez e qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *